EspañolPortuguês

¿Nódulos de kéfir o kéfir en polvo? Cuál elegir y por qué | Kefirko


A fermentação do Kéfir, ou de qualquer outra bebida fermentada, requer uma variedade de bactérias e outros cultivos. A fermentação é um processo metabólico natural, no qual o açúcar transforma-se em ácido, gás e álcool. Este processo ocorre, sobretudo, em leveduras e bactérias. No caso específico do Kéfir, introduzimos essas levedura e bactérias no leite através dos grãos frescos de kéfir. Por outro lado, também é possível iniciar uma produção de kéfir caseiro com bactérias desidratadas e manipuladas em laboratório. Qual escolher?

Diferenças

Existem muitas diferenças, desde a forma como se produz o kéfir até aos benefícios reais que tem o produto final. A principal diferença, é que os grãos frescos de kéfir – quando comparados ao kéfir “em pó”, possuem uma enorme quantidade de bactérias benéficas para o corpo humano.

Em termos gerais, o Kéfir em pó tem entre 7 a 9 estirpes de bactérias. Já os grãos de kéfir têm uma longa lista de estirpes de bactérias, leveduras e outras subespécies, o que faz com que os grãos frescos de Kéfir sejam um cultivo mais rico em probióticos. – Cultures for Health

A fermentação realizada pelos grãos frescos de Kéfir é um processo natural e, por isso, conseguem-se melhores resultados. Existem também diferenças na forma como cada uma destas culturas é preparada e como podem ser reutilizadas. Por exemplo, os grãos de Kéfir são adicionados ao leite antes da fermentação e podem simplesmente ser retirados após 12 a 48 horas. A partir da primeira fermentação, os mesmos grãos podem ser utilizados para uma nova produção de Kéfir. Com o cuidado necessário e algum amor, com os mesmos grãos podemos produzir Kéfir infinitamente. Podemos ainda, partilhar os nossos grãos com amigos e familiares à medida que os grãos vão crescendo.

Por outro lado, o Kéfir em pó é adicionado ao leite e misturado. Esta mistura é fermentada durante o tempo indicado pelo fabricante (normalmente 12 horas) e passado esse tempo está pronto para ser consumido. Caso queira prolongar a vida útil destes cultivos, pode guardar uma pequena parte do Kéfir fermentado e utilizá-lo para a produção seguinte. No entanto, é importante esclarecer que isto só funcionará por 4 ou 5 vezes (de acordo com a marca do produto), a partir daí as bactérias começa a estar demasiado debilitadas para fermentar um Kéfir de qualidade.

Grãos de Kéfir de água após a fermentação

Embora os grãos frescos impliquem um maior comprometimento do utilizador na manutenção e tratamento das culturas, quando comparamos diretamente os grãos com o pó, os grãos parecem ser a melhor solução. Isto significa que, para mantê-los com rendimento óptimo, é recomendável fermentá-los constantemente. Desta forma, esses grãos encontrar-se-ão dentro do seu ambiente preferido, alimentando-se da lactose do leite. Caso não queira fermentá-los com tanta frequência, estes podem ser armazenados no frigorífico dentro duma pequena quantidade de leite, porém isto pode danificar ou debilitar os seus grãos. Existem alguns consumidores de Kéfir que congelam os seus grãos para preservá-los por um período de tempo mais alargado.

É muito fácil obter os grãos de kéfir. Existem inúmeros consumidores online que oferecem os seus grãos gratuitamente, à medida que estes se multiplicam. Existem também comunidades online, como a plataforma Kefirhood (www.kefirhood.com) , que permitem realizar uma rápida procura de pessoas dispostas a partilhar os seus grãos. Muitas dessas pessoas têm todo o gosto em enviar os seus grãos para qualquer parte do mundo, no entanto é importante ressalvar que as viagens de longa distância não são as mais apropriadas para estes cultivos.

Em conclusão, recomendamos a utilização de grãos frescos de Kéfir em detrimento dos cultivos desidratados e que esses grãos sejam, preferencialmente, partilhados pela comunidade de amantes de Kéfir; um começo saudável para esta bebida probiótica tão fantástica. Também recomendamos que, sempre que peça ou compre grãos de kéfir comprove a sua origem e em que tipo de leite foi utilizado.

Divirta-se a fazer Kéfir com o Kefirko!

Fontes:

HTTP://GREATFERMENTATIONS.NET/WP-CONTENT/UPLOADS/2014/05/KEFIR-GRAINS-VS-KEFIR-STARTER-CULTURE.PDF
CULTURES FOR HEALTH
WIKIPEDIA: FERMENTATION AND KEFIR

1 comentário

  • Liliana Garcés.

    Muy buenas tardes, me he estado informando acerca del Kéfir y me encantaría poder conseguir los nódulos de Kéfir, parece ser que el enlace kefirhood, no va bien.
    Si por favor sabéis de alguien que quiera dar los nódulos estoy muy interesada.
    Vivo en Valencia.
    Muchísimas gracias!

Deixar um comentário

Por favor, tenha em conta que os comentários deverão ser aprovados antes de serem publicados.

Liquid error: Could not find asset snippets/spurit_uev-theme-snippet.liquid